Asteroide com mais de 2 km de diâmetro passa perto da Terra nesta quinta (27)

Corpo celeste é maior do que 99% de todos os objetos próximos ao nosso planeta, mas não há perigo de colisão

Um asteroide com 2,3 km de diâmetro — maior do que 99% de todos os objetos próximos à Terra conhecidos — deve passar próximo ao nosso planeta nesta quinta-feira (27).

Apesar da classificação dos astrônomos, o asteroide (415029) 2011 UL21 não deve chegar tão perto assim. Mesmo em seu ponto mais próximo à Terra, ele deve passar a uma distância cerca de 17 vezes maior do que a distância entre nosso planeta e a Lua (a cerca de 6,5 milhões de quilômetros).

O asteroide passa “próximo” à Terra a cada período de 34 anos, já que os dois corpos celestes estão em “ressonância 11:34” — o que significa que a cada 11 órbitas ao redor do Sol do asteroide, a Terra completa 34 órbitas.

O (415029) 2011 UL21 gira em torno do Sol em uma órbita fortemente inclinada, o que é incomum para objetos tão grandes, que costumam orbitar nossa estrela mais próximos a ela.

Essa órbita inclinada, provavelmente, tem a ver com a influência da gravidade de Júpiter, que é um planeta grande. A influência gravitacional dele pode, inclusive, desviar asteroides na direção da Terra.

Dois asteroides na mesma semana
O (415029) 2011 UL21 não é o único asteroide que passará próximo ao nosso planeta nesta semana.

O asteroide 2024 MK, que tem entre 120 e 260 metros, passará a apenas 290 mil km da Terra no sábado (29). O corpo celeste chegará mais perto do nosso planeta do que a Lua (que está a cerca de 384,4 mil km).

Não há risco de colisão entre este asteroide e nosso planeta. No entanto, o fato de que ele foi descoberto apenas uma semana antes de sua passagem é um pouco preocupante.

Um asteroide do tamanho do 2024 MK causaria danos consideráveis caso viesse na nossa direção e, por isso, descobrir sua vinda alguns dias antes deixou a comunidade científica alerta para a necessidade constante de aprimorar as tecnologias capazes de detectar objetos próximos da Terra.

O asteroide 2024 MK será observável no céu no sábado, com o auxílio de binóculos ou telescópio.